quarta-feira, 3 de junho de 2009

Diamantes de sangue

O conto A Jardineira mostra o caminho percorrido por uma grande pedra de diamante encontrada em Rondônia, passando por Minas Gerais, onde seria misturada com outras pedras encontradas no Brasil e outras, encontradas na África. Este caminho é percorrido normalmente para poder legalizar, no mesmo pacote, as pedras ilegais coletadas nas duas regiões do mundo.

Em seguida, o diamante gigante realiza seu papel em uma negociação escusa entre um ditador africano, vendedores de armas e espiões, concretizando sua vocação para ser um legítimo diamante de sangue.

A valiosíssima pedra é utilizada para uma barganha muito especial: a compra de uma BLU-72.

A bomba tem um destino especial. Afinal de contas, sua carga descomunal de explosivos faz com que ela seja uma das armas não-nucleares mais poderosas de que se tem notícia.