quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Agora fiquei sem entender

ESTE POST ESTÁ "EMBARGADO" POR ENQUANTO. ESTOU ESTRUTURANDO O POSICIONAMENTO MAIS CLARO SOBRE O TEMA.
VAI SER POLÊMICO, VAI TER GENTE BRIGANDO COMIGO E ETC.
ACONTECE QUE, COMO NA MAIORIA DOS MEUS COMENTÁRIOS AQUI, A SITUAÇÃO SERÁ DESAPAIXONADA.


"A decisão da Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), ligada à OEA (Organização dos Estados Americanos), de declarar o Brasil responsável pela violação de direitos fundamentais de 62 pessoas desaparecidas na Guerrilha do Araguaia (1972-1975) e de seus parentes poderá levar o Supremo Tribunal Federal a rever a decisão, tomada em abril, de manter a interpretação sobre a Lei da Anistia e considerar anistiados os crimes comuns, como sequestro, tortura, estupro e assassinato, cometidos por agentes do Estado contra movimentos guerrilheiros e de resistência à ditadura militar"

OK. Então isso quer dizer que a anistia acaba apenas para um dos lados?
Isso é um processo um tanto quanto estranho, porque afinal de contas os dois lados cometeram exageros e violência. Era uma guerra, apesar de hoje, passados tantos anos, essa impressão ter passado.
Mas então como é que fica?