segunda-feira, 17 de junho de 2013

O que buscamos?

O movimento começa com um protesto contra o aumento do preço das passagens e pede passe livre. Alguns criticam a ideia de passe livre, perguntando "quem vai pagar a conta?"
A conta já é paga por todos nós, e muito bem paga. Vemos o fruto de nosso trabalho ser sugado por impostos e taxas absurdas, mas não vemos os benefícios básicos voltando para nós.
O que vemos, em troca? Milhões e milhões sendo sugados pela corrupção. Pense nos milhões que vemos em cada manchete que fala sobre desvios de dinheiro de obras, emendas fajutas e aposentadorias milionárias. Esse dinheiro poderia pagar o transporte público.
Pense em impostos mais baixos e imagine quanto sobraria para em seu bolso.
Se a gente pudesse descontar o valor que SOME dos cofres públicos através da corrupção, quanto poderia baixar os impostos?
E se o governo parasse de gastar absurdamente com salários altos para gente que não faz nada?
E se os partidos parassem de brigar por ministérios e cabides de emprego, quanto que poderiam cair os impostos?
E se os impostos pudessem cair desse jeito, será que precisaríamos de Bolsa Família?
Com impostos mais baixos teríamos um custo de vida menor, salários mais altos, maior poder de compra e mais empregos.
A lógica é simples.
Estamos aguentando essa sem vergonhice há décadas.
Isso tem que acabar.
Precisamos virar o jogo e depois mudar o formato dessa democracia que não nos representa mais. O sistema está falido em todo o mundo.
Precisamos de leis que impeçam vagabundos de chegarem ao poder.
Precisamos de ferramentas simples para cancelar o mandato de um político. É fácil eleger, mas é praticamente impossível remover vagabundos do poder.
O Facebook guarda dados de bilhões de usuários, e é uma empresa privada. O Estado brasileiro deveria ser capaz de guardar nosso voto eletrônico e nós deveríamos ser capazes de retirar o voto de um político que elegemos. Faríamos isso quando descobríssemos algo de errado nele.
Simples. Temos condições tecnológicas para isso.
Ninguém tem direito de EXIGIR se manter em um mandato público. O mandato é do povo.
Acho que seria um bom começo para acabar com essa podridão que se instalou no Poder do Estado e não quer sair de lá.