sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Dois pesos e duas medidas na Inglaterra

Hoje ouvi um debate entre jornalistas na CBN em Brasília comentando uma decisão do premiê britânico. David Cameron anunciou que deverá bloquear o uso de redes sociais na Inglaterra para tentar controlar os protestos que estão ocorrendo por aquelas bandas.
Fique surpreso quando os jornalistas brasileiros começaram a critica Cameron, afirmando que ele estaria fazendo uma burrice. "Ele tem que usar as redes sociais para detectar as mobilizações que esses baderneiros querem fazer", disse um jornalista.
O enfoque dos comentários foi de que Cameron deveria usar a mesma tecnologia que os manifestantes estão usando, mas para reprimi-los.
EU USEI a palavra MANIFESTANTES agora. Nos comentários, os jornalistas usaram o termo baderneiros.
Por um instante eu me peguei comparando os enfoques que a imprensa brasileira dá para as manifestações no Norte da África e o que aplica à Inglaterra.
Os líderes na África e no Oriente Médio são criticados por se manterem no poder durante décadas. Já no Reino Unido, a Rainha da Inglaterra, a Família Real, são citadas como elementos meramente figurativos...
Mas será que a influência econômica e política da Família Real não conta nada no jogo do Poder na Europa, no Reino Unido? Não seria ingenuidade demais acreditar que essa influência não existe?
Seria errado afirmar que uma mesma oligarquia comanda a Inglaterra há mais de um século?
Seria errado afirmar que os BUSH comandaram os EUA por 16 anos e que a oligarquia petrolífera norte-americana manda e desmanda no país da mesma forma como um ditador Líbio, Sírio ou Egípcio comanda por décadas seus países?
E por que chamar de ditadores tais governos, e não sugerir que tais oligarquias não o sejam?
O jogo político da DEMOCRACIA muitas vezes pode parecer bastante justo e permitir uma alternância do Poder... mas até que ponto podemos acreditar nisso?

A propósito, os comentários dos jornalistas hoje na CBN, sobre o assunto, cairiam muito bem na boca de diretores do SNI, CIA, Savak, e etc...